Cirurgia

Atualmente realizamos dois tipos de tratamento cirúrgico para as varizes:

Microcirurgia ou Minicirurgia : É feito naquelas varizes de calibre menor (2 a 3 mm) conforme figura anexa, tratamento feito com anestesia local e ambulatorial, ou seja, não há necessidade de repouso, podendo voltar as atividades 48 horas após o procedimento. A veia é retirada com agulha de creche com microincisões não havendo necessidade de pontos, para ter o melhor resultado estético possível.

Internação hospitalar: Não tem.
Repouso: Não tem.
Tempo de procedimento: De 30 min a 1 hora.
Retorno as atividades diarias: 1 a 2 dias.
Retorno as atividades fisicas: 8 dias.

 

Microcirurgia:

antes

ANTES

depois

DEPOIS

 

Cirurgia Convêncional

É uma cirurgia feita no ambiente hospitalar, no centro cirúrgico, pois há necessidade de realizar a raquianestesia para a retirada de colaterais tronculares (>3 mm calibre) e eventualmente retirada da veia safena magna. É feito com agulha de crochê, através de mini incisões, para ter o melhor resultado estético. Há necessidade de 8 a 15 dias de repouso domiciliar, podendo levantar para banho, banheiro e refeições. Podendo voltar as atividades físicas entre 2 a 3 semanas pós-tratamento cirúrgico.

Internação hospitalar: 12 horas
Repouso: De 7 a 14 dias
Tempo de procedimento: 1 a 4 horas
Retorno as atividade diarias: 15 dias
Retorno as atividades físicas: 21 dias

 

Cirurgia convêncional:

antes

ANTES

depois

DEPOIS

 

OBS: A meia elástica é necessária apenas quando há presença de edema vespertino pós-cirúrgico.

 

 

Escleroterapia

Realizado com Glicose 75% em microvarizes e telengectasias com esfriamento da pele, para anestesiar e tirar a dor no momento da injeção.

Escleroteparia com liquido:

antes

ANTES

depois

DEPOIS

 

 

Ecoescleroterapia com Microespuma

O Dr Marcondes Figueiredo é um dos pioneiros neste tratamento no Brasil, atualmente desenvolve esta técnica na sua clinica com o apoio do Ultrasonografista Vascular Dr Salustiano Pereira de Araújo.

A ECOESCLEROTERAPIA COM MICROESPUMA consiste na injeção de microespuma a base de polidocanol obtida através da técnica de Tessari. (Figura abaixo)

 
tessari

 

Com a ultra-sonografia vascular a veia é puncionada e a espuma é injetada e acompanha-se a microespuma no seu interior. Em seguida o membro do tratado é enfaixado com atadura inelástica que permanece por cinco dias, retirando apenas para o banho e finalmente uma meia elástica 30-40 mmHg ¾ ou 7/8 é prescrita, sendo utilizada durante o dia por um período de 3 meses. 

O procedimento é feito na clinica, o paciente vai para casa após o procedimento e ao contrário do tratamento cirúrgico a ecoescleroterapia com microespuma dispensa o repouso, apenas o paciente não pode realizar atividade física durante 30 dias após o procedimento.

Em alguns casos o procedimento tem que ser complementado com mais de uma injeção de microespuma, isto ocorre após uma avaliação com a ultra-sonografia vascular feita 30 dias após o primeiro tratamento.

O procedimento da ecoescleroterapia com microespuma pode ter complicações, as mais freqüentes são a tromboflebite química e as manchas hipercrômicas. (Figuras respectivas abaixo)

tromboflebite

 

hiprecromica

 

Casos clínicos demonstrativos antes e depois do tratamento.

Caso 1:

caso1 antes

ANTES

caso1 depois

DEPOIS

 

Caso 2:

caso2 antes

ANTES

caso2 depois

DEPOIS

 

Caso 3:

caso3 antes

ANTES

 

caso3 depois

DEPOIS

 

Varizes e tratamento com Laser

Existe dois tipos de Laser para tratar as varizes dos membros inferiores, o TRANSDERMICO, que trata pequenos vasinhos (telangiectasias) tanto nos membros inferiores como face e tórax.

O outro tipo de laser conhecido como ENDOLASER, trata vasos de grosso calibre , como a veia safena magna quando essa esta doente. Iremos em seguida dar uma orientação sobre esse tipo de Laser para tratamento de varizes :

A técnica de cirurgia de varizes a laser iniciou na Europa e atualmente é feita no mundo todo. Indicada para as varizes de maior calibre e tem um menor tempo de repouso como principal vantagem. Ao invés de retirar as veias de grande calibre como a safena, elas são desligadas do corpo e tratadas por uma microfibra ótica, que transmite o LASER. A veia permanece no local, mas inativada, e separada da circulação. A grande vantagem é o pós-operatório que é muito mais simples com menos hematomas e retorno às atividades normais mais cedo. Como todos os tratamentos têm indicações precisas e não pode ser utilizado em todos os casos.

Realizamos a cirurgia a laser de varizes no ambiente hospitalar, o paciente permanece por 12 h no hospital. 

Quadro demonstrando o resumo do tratamento:

laser 1 laser 2
Internação hospitalar: 12 horas
Repouso: 4 a 7 dias
Tempo de procedimento: 1 a 4 horas
Retorno as atividades diarias: 8 dias
Retorno as atividades físicas: 20 dias